UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO

POLO DE________________

NOME COMPLETO RA________________

PROJETO INTEGRADOR II:

POINT MOVEIS PLANEJADOS”

PROFESSOR –TUTOR EAD____________________

CIDADE- UF

2017

SUMÁRIO

1-INTRODUÇÃO ....................................................................................................................

2-EMPREENDEDORISMO..................................................................................................

3-PLANO DE NEGÓCIOS.....................................................................................................

3.1 MERCADO ........................................................................................................................

3.2 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA..............................................................................

3.3 MISSÃO ............................................................................................................................

3.4 PARCEIROS ......................................................................................................................

3.5 EMPREENDEDORES .........................................................................................................

3.6 PERFIL INDIVIDUAL DOS SÓCIOS (FORMAÇÃO/QUALIFICAÇÕES) ....................

3.7 ESTRATÉGIA DE NEGÓCIO ...........................................................................................

3.8 AMEAÇAS E OPORTUNIDADES ....................................................................................

3.9 PONTOS FORTES E FRACOS ..........................................................................................

3.10 OBJETIVOS ....................................................................................................................

3.11 ESTRATÉGIAS................................................................................................................

4-PLANO DE MARKETING.................................................................................................

4.1 ESTRATÉGIAS DE VENDAS ........................................................................................... 

4.2 DIFERENCIAL COMPETITIVO DO PRODUTO ............................................................

4.3 DISTRIBUIÇÃO .................................................................................................................

4.4 SERVIÇOS PÓS-VENDA E GARANTIA ........................................................................

4.5 PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DO PROJETO...........................................

5 PLANO FINANCEIRO ........................................................................................................

5.1 INVESTIMENTO INICIAL.................................................................................................

5.2 RECEITAS..........................................................................................................................

5.3CUSTOS E DESPESAS.........................................................................................................

5.4 FLUXO DE CAIXA............................................................................................................

5.5 DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS / LUCRATIVIDADE PREVISTA..................

5.6 PONTO DE EQUILÍBRIO ..................................................................................................

5.7 BALANÇO PATRIMONIAL..............................................................................................

6 PLANO DE MARKETING .................................................................................................

CONSIDERAÇÕES FINAIS.................................................................................................

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................................................

RESUMOO estudo teve por objetivo propor um plano de negócios para uma fábrica de móveis planejados. A pesquisa é do tipo descritiva e de razão prática. Primeiramente, são levantadas as características do mercado em que a empresa atuará. Posteriormente, fez-se uma projeção financeira das receitas, custos e despesas envolvidos no negócio. Por último, é feita uma análise do investimento necessário para abertura do negócio, bem como sua capacidade máxima de produção que garanta a viabilidade através de um lucro líquido desejável. Através de um estudo teórico e da observação da prática foram obtidos subsídios para a concretização da pesquisa, que se desdobrou no planejamento de criação de uma fábrica de móveis, concluindo-se pelo plano financeiro que é um investimento viável.

Palavras-chave: Plano De Negócios, Fábrica, Móveis Planejados.

1-INTRODUÇÃO

A estrutura de uma organização pode ser definida como o resultado de um processo através do qual a autoridade é distribuída, as atividades desde os níveis mais baixos até a alta administração são especificadas e um sistema de comunicação é delineado permitindo que as pessoas realizem as atividades e exerçam a autoridade que lhes compete para o alcance dos objetivos organizacionais (VASCONCELLOS, 1986).

O ponto de partida do planejamento de um negócio é a decisão de manter, cortar, ou conquistar participação de mercado. Uma vez tomada à decisão sobre os objetivos do negócio, seguem-se os planos funcionais de marketing, produção, pesquisa e desenvolvimento, entre outros. Assim, a estratégia de um negócio fundamenta-se como uma definição do negócio que conduza a uma superioridade competitiva aos olhos do cliente.

Analisar de que forma uma organização está estruturada consiste em distinguir seus processos, suas carências, sua forma de comunicação, seu tipo de produto / serviço, cliente, mercado e, principalmente, a forma com que suas atividades são arranjadas, em prol do resultado final.

O projeto do negócio é um conjunto de dados e informações sobre o futuro empreendimento, definindo suas principais características e condições, para proporcionar uma análise de sua viabilidade e dos seus riscos, bem como facilitar sua implantação.

Assim, o estudo intenta para o desenvolvimento de um Plano de Negócios que através da captação de informações relacionado aos clientes, fornecedores, concorrência, oportunidades e ameaças e pontos fortes e fracos, definindo objetivos e estratégias de marketing para a empresa e o desenvolvimento de um plano de ação.

A definição do negócio também pode ser dada em termos de atividade, de produtos e de mercados atingidos. Desta maneira, pretende-se com este estudo analisar fatores que são capazes de influenciar a escolha da estratégia total do negócio que são: o que a empresa poderia fazer em termos de oportunidades ambientais; o que a empresa pode fazer em termos de suas competências e recursos; o que os executivos da empresa querem fazer em termos de seus valores pessoais; e o que a empresa deveria fazer em termos de considerações éticas e comunitárias mais amplas. A ponderação e o balanceamento destes fatores estão na formulação estratégica.

Diante deste contexto, busca-se responder a seguinte questão-problema: “Quais etapas devem ser consideradas na elaboração de um plano de negócios para a constituição de uma fábrica de móveis planejados?” Neste sentido, tem-se como objetivo analisar as etapas que devem ser consideradas na elaboração de um plano de negócios para a constituição de uma fábrica de móveis planejados.

A presente pesquisa procura estabelecer uma proposta de plano de negócios para abrir uma empresa e poder trabalhar de forma mais alinhada, assim como para verificar que ações/estratégias devem ser implementadas para torná-la mais competitividade junto ao meio. Distinguir e pensar a estrutura da empresa contribui para o sucesso de seus projetos e inovações. Assim, torna-se necessário definir o negócio e suas metas, visualizar o mercado a ser abordado.

A partir dessa análise, o empreendedor do novo negócio pode estabelecer planos de ações (o que fazer; como fazer; quando fazer; quem deve fazer; qual o custo; porque deve fazer e como será avaliado) para transformar os pontos fracos em potencialidades, alavancar os pontos fortes, bem como buscar as oportunidades que se encontram no mercado. Em termos práticos, esta pesquisa, na modalidade de plano de negócios, pode contribuir para avaliar a viabilidade e verificar o que deve e pode ser implementado para a empresa trabalhar de forma inovadora e tirar proveito das oportunidades do mercado. A presente pesquisa pode, ainda, contribuir para o desenvolvimento científico da área e de conhecimento exploratório de um plano de negócios.

Diversos fatores externos à organização podem afetar o seu desempenho. E as mudanças no ambiente externo podem representar oportunidades ou ameaças ao desenvolvimento do plano estratégico de qualquer organização.  

Uma organização que perceba que o ambiente externo está mudando e que tenha agilidade para se adaptar a esta mudança aproveitará melhor as oportunidades e sofrerá menos as consequências das ameaças.

Segundo Oliveira (2005), o ambiente é o conjunto de todos os fatores que influenciam sobre os sistemas tanto interno como externo de uma organização. Toda análise de ambiente externo deve ser acompanhada da análise do grau de probabilidade de que um determinado evento ocorra. Segundo Bernardi (2007), o ambiente externo mostra-se num clima positivo, com fatores econômicos que se referem aos mercados-alvo e com perspectivas favoráveis ao crescimento econômico.

As mudanças que ocorrem no ambiente externo, muitas vezes fora de controle das organizações, podem ter um profundo impacto no seu sucesso. Através de uma análise dos cenários externos à organização, este pode delimitar e organizar a incerteza em um número limitado de alternativas; antecipar e compreender riscos; descobrir novas opções estratégicas.

O diagnóstico do ambiente externo permite o levantamento das oportunidades e ameaças do ambiente. De acordo com Oliveira (2005, p.90), podem ser definidos como:Oportunidades – São variáveis externas e não controláveis pela empresa, que podem criar condições favoráveis, desde que a empresa tenha condições e interesse de usufruí-la. Ameaças – São variáveis externas e não controláveis pela empresa que podem criar condições desfavoráveis para a mesa.

O executivo deve identificar os componentes relevantes do ambiente, e analisá-los quanto à situação de oportunidades ou ameaças para a empresa. O ambiente não é um conjunto estável e uniforme, é bastante dinâmico, influencia e interage com as forças do ambiente.

A análise ambiental pode corresponder aos diversos fatores e forças do ambiente, às relações entre eles ao longo do período e seus efeitos sobre a empresa, sendo baseada nas percepções das áreas em que as decisões estratégicas da empresa deverão ser adotadas.

Para Ansoff (1977, p.127), a análise externa é a análise das oportunidades de produtos e mercados disponíveis à empresa fora de seu conjunto corrente produtos versus mercados, decorrendo daí a decisão final de diversificação ou não dos negócios

Tenho projeto integrador II Vários Temas

Chama no zap 11-955004643

Comentários