(Parte 1 de 2)

Após análise dos recursos, o gabarito, disponibilizado neste site em 19.07.2010, sofreu a seguinte alteração:

QUESTÃO 32 DA PROVA PARA O NÍVEL TÉCNICO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO (PÓS-MÉDIO) E VESTIBULAR – ANULADA.

QUESTÃO 27 INDEFERIDO

A banca esclarece que a média normal de temperatura para adultos considerada normal é de 36ºC a 37ºC (axilar) ou 37ºC a 37,2ºC (retal). Assim sendo, na situação apresentada, a temperatura corporal caracteriza um estado febril, ou seja, uma pequena elevação da temperatura acima nos níveis considerados normais. A freqüência cardíaca, nos indivíduos adultos, é considerada normal no intervalo de 60 a 100 batimentos por minuto. Desta forma, a taquicardia é uma freqüência cardíaca anormalmente elevada, acima de 100 bpm, em adultos.

NÍVEL TÉCNICO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO (PÓS-MÉDIO) E VESTIBULAR QUESTÃO 1 INDEFERIDO

O candidato não apresenta argumentos; o significado do termo utilizado está dicionarizado e não comporta dúvidas.

QUESTÃO 2 INDEFERIDO

A questão procura verificar a adequação semântica entre o título e o conteúdo do texto, daí que a resposta oficial atinja esse objetivo, mostrando credibilidade da informação prestada.

QUESTÃO 3

Na resposta oficial, o sujeito do título é transformado em adjunto adverbial de lugar, alterandose o sentido original.

QUESTÃO 4 INDEFERIDO

A resposta oficial procura determinar a leitura coerente dos candidatos; a opção correta mostra uma informação que não pode ser inferida da leitura, pois não há qualquer referência a pesquisas anteriores.

QUESTÃO 6 INDEFERIDO

A resposta oficial é mantida, pois ela indica, através do emprego do verbo, uma posição subjetiva diante da realidade transmitida.

QUESTÃO 7 INDEFERIDO

A resposta oficial está mantida, pois a questão aborda simplesmente o entendimento da frase do texto e não uma discussão sobre sua estrutura sintática.

QUESTÃO 8 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, já que o emprego das aspas, no caso em questão, é explicado logo após o seu emprego, atribuindo a fala a alguém da entrevista.

QUESTÃO 9 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, dado que a linguagem coloquial não pode ser empregada em reportagens jornalísticas de tipo tradicional, pois o seu público é bastante diferenciado e requer uma variante de linguagem de valor universal.

QUESTÃO 10 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, dado que o fragmento do texto mostra um processo estratégico da pesquisa, indicando e identificando os meios empregados para que os objetivos da pesquisa sejam atingidos.

QUESTÃO 1 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, pois a correlação de tempos entre uma oração principal e a subordinada se prende a relações de caráter temporal; tais relações são quebradas, em termos de coerência, nos tempos indicados na resposta.

QUESTÃO 16 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, pois o tema está esclarecido no início do texto, onde se indica claramente que o ritmo e a música africana encantaram os jogadores que a presenciaram. Trata-se de questão de interpretação de texto e procura constatar-se a percepção do leitor diante da codificação da mensagem.

QUESTÃO 17 INDEFERIDO

A resposta oficial está mantida, pois a concordância nominal obriga que o adjetivo antecipado concorde com o substantivo mais próximo, o que não ocorre na opção.

QUESTÃO 21 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, pois o caput da questão pretende os vocábulos específicos e os termos mais específicos encontram-se presentes na opção indicada no gabarito; as demais opções se utilizam de termos gerais (hiperônimos) e não respondem ao pretendido.

QUESTÃO 2 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, visto que a forma passiva que se apresenta como equivalente muda o tempo verbal da frase original, do presente para o passado, tornando a resposta inadequada.

QUESTÃO 24 INDEFERIDO

A resposta oficial foi mantida, pois o texto procura indicar aqueles traços específicos que fazem a experiência da Copa do Mundo diferente das demais experiências semelhantes.

QUESTÃO 25 INDEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: Para a primeira letra temos três opções: F, T ou C. Logo o número de anagramas é igual a:

3 x = 3x60 = 180. É necessário dividir por dois, pois a letra E a aparece duas vezes.

QUESTÃO 26 INDEFERIDO

A probabilidade pedida é igual aPassando para a forma percentual temos: (3 x

A banca esclarece que a solução da questão é: 100) : 4 = 75%.

QUESTÃO 27 INDEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: Se o comprimento da quadra é igual a 40 metros a largura é igual a (140 – 40 – 40) : 2 = 30. Logo, a maior distância entre dois pontos dessa quadra é igual à diagonal da quadra. Aplicando o teorema de Pitágoras temos: x2 = 302+402. Então, x = 50 metros.

QUESTÃO 28 INDEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: A medida da altura de um cilindro circular reto é igual à medida do seu volume dividida pela medida da área da base. Logo, temos h = 37,5 : 0,75 = 50 metros.

QUESTÃO 29 INDEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: Fazendo uma contagem simples verificamos que as letras T, F, A, E e C são formadas, respectivamente por 7, 8, 12, 10 e 9 quadradinhos. Logo, a palavra FAETEC tem é formada por 8+ 12 + 10 + 7+ 10 + 9 = 56 quadradinhos. Como a unidade de área é a letra T, a área da palavra FAETEC é igual a 56 : 7 = 8.

QUESTÃO 31 INDEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: Um prisma triangular regular possui 3 arestas laterais e 6 arestas da base, num total de 9 arestas.

QUESTÃO 32 DEFERIDO

A banca esclarece que a solução da questão é: A medida de cada lado do triângulo ABC é igual à metade da medida da diagonal da face do

cubo. Logo, AB mede : 2 = 2. Dessa forma, a área do triângulo ABC é igual a =

(Parte 1 de 2)

Comentários