Inflamação induzida por inactivated hydrophila de Aeromonas em tilapia de Nilo alimentou dietas completado com cerevisiae de Saccharomyces

Inflamação induzida por inactivated hydrophila de Aeromonas em tilapia de Nilo...

Inflammation induced by inactivated Aeromonas hydrophila in Nile tilapia fed diets

supplemented with Saccharomyces cerevisiae

Valeska Regina Reque a, Julieta Rodini Engracia de Moraes a,b,

Marco Antonio de Andrade Belo b, Flávio Ruas de Moraes a,b,

a CAUNESP, Aquaculture Center of São Paulo State University, Jaboticabal, SP, Brazil

Inflamação induzida por inactivated hydrophila de Aeromonas em tilapia de Nilo alimentou dietas completado com cerevisiae de Saccharomyces.

A resposta inflamatória e parâmetros hematológicos entre tilapia de Nilo (niloticus de Oreochromis) completado com cerevisiae de Saccharomyces foi avaliado seis e 24h depois de inoculação com inactivated Hydrophila de Aeromonas no nade bexiga. Foram formados seis grupos (n=10 cada): G1 foi tratado com feed+injection non-completado com 0.65% solução salina; G2 com feed+ non-completado inoculação com hydrophila de A.; G3 com alimento que contém 2% yeast+injection com salina; G4 com alimento 2% yeast+inoculation contendo com hydrophila de A.; G5 com alimento que contém 0.3% wall+injection de cela com salino; e G6 com alimento que contém 0.3% wall+inoculation de cela com hydrophila de A.. Nos grupos inoculados com bactérias, as respostas eram mais intensas (P <0.05) que nesses injetados com salina. Os grupos suplemento receptor que foi inoculado com hydrophila de A. acumulou um maior número total de celas a o local de lesão (P <0.05) que fez os grupos non-completados, depois de seis e 24 h. Os grupos cela receptora parede apresentou maior acumulação total de celas (P <0.005) isso fez esse fermento receptor. O diferencial conta mostrou que havia significativamente maior número de thrombocytes (P <0.05) e mais baixo número de neutrophils, macrofagócito e linfócitos (P <0.05) nos grupos que receberam suplemento, depois das 6 e 24 h, em relação aos grupos non-completados. Os valores no erythrocyte contam, hemoglobina concentração e indices de medida de sangue não diferiram statistically. A variação circulando thrombocyte e contas de leukocyte sugerem que o estímulo inflamatório causasse recrutamento de reserva compartimentos para o sangue. Os grupos que receberam fermento ou fermento cela parede suplementos apresentaram nonspecific aumentado resposta inflamatória aguda, sugerindo assim que isto está usando um efeito benéfico o sistema de defesa imunológico.

1. Introdução

Inflamação é a resposta de tecidos de vascularized a agressão. Tem repercussões no microcirculation na área afetada e em tecidos vizinhos tal que dilui, destrói ou delimita o agente prejudicial. Migração adequada e oportuna de leukocytes para o local da lesão e a acumulação deles/delas é passos fundamentais dentro o processo (o Garcia Leme, 1989). Inflamação induzida por carrageenin dentro o nade bexiga de Nilo tilapia (niloticus de Oreochromis) e pacu (mesopotamicus de Piaractus) tem sido achado produzir congestão vascular, edema, predominante, acumulação de thrombocytes e macrofagócito e pouca acumulação de granulocytes (Matushima e Mariano, 1996,; Martins al de et., 2006). o uso de thioglycolate, inactivated hydrophila de Aeromonas ou Escherichia coli endotoxin como agentes de phlogogenic causa acumulações de thrombocytes, linfócitos, macrofagócito e granulocytes (em ordem decrescente), independente do tipo de estímulo prejudicial e o comprimento de tempo em cima do qual o processo é avaliado (Bozzo al de et., 2007). Substâncias conhecidas como immunostimulants aumentam a defesa respostas. Entre estes o fermento é cerevisiae de Saccharomyces (Sakai, 1999). este fermento está composto de 33 a 46% carboidrato. Disto fracione, 20 a 35% correspondem a glycans de parede de cela e mannans (Fonte, 2000). Seu uso como um microingredient saúde-promovendo para peixe foi realçado por vários autores (Robertsen et al., 1990, 1994,; Cerra et al., 1991; Anderson, 1992,; Chen e Ainsworth, 1992,; Raa al de et., 1992; Sakai, 1999,; Rodríguez et al., 2003). Na luz destas observações, a pontaria do presente experiência era avaliar a resposta inflamatória e hematológico parâmetros de tilapia de Nilo (niloticus de O.) isso era determinado alimento completado com 2% fermento de autolyzed (cerevisiae de S.) ou com 0.3% cela parede.

2. Material e métodos

2.1. condições experimentais

Sessenta tilapia de Nilo (niloticus de O.) da mesma ova de marisco, de peso mau, 150 g, era usado e teve nenhuma história anterior de doença. Eles eram fortuitamente distribuído em seis grupos (n=10 cada), em 250-l aquários com provisão de água contínua e aeração adicional. O alimento que era usado (Mesa 1) tudo tiveram o mesmo conteúdo de proteína (30.0% DP), mesmo conteúdo de energia (3300 kcal de DE/kg), mesmo fósforo conteúdo (0.7 P fósforo disponível) e mesmo conteúdo de fibra cru (5.0%). dois grupos recebidos alimento non-completado, outros dois, supplementedwith de alimento recebido 2.0% fermento de autolyzed e o último dois alimento recebido completou com 0.3% parede de cela. Todos os ingredientes foram moidos e unificaram para obter farelo de trigo. O alimento foi expulsado para obter grânulos de tamanho apropriado para o peixe. Eles foram alimentados “ad libitum” duas vezes por dia durante 70 dias.

2.2. desígnio experimental e análise estatística

O desígnio experimental foi randomizado completamente, enquanto usando uns 3×2×2 esquema fatorial, i.e. três alimentos, dois tipo de estímulo (0.65% salino solução e inactivated hydrophila de A.) e dois avaliação cronometra (6 e 24h). O resultados eram sujeitaram a análise de discrepância em os meios (SAS 9.0 software) e quando F era significante, o teste de Tukey foi executado comparar os meios ao 5% nível de probabilidade (Snedecor e Cochran, 1974). Os grupos fortuitamente distribuídos foram constituídos assim: Feed+injection G1—non-completado com solução salina; G2—nonsupplemented feed+inoculation com hydrophila de A.; G3—feed com 2% solução de yeast+saline; G4—feedwith 2% yeast+A. hydrophila; G5—feed com 0.3% solução de wall+saline de cela; G6—feed com 0.3% wall+A de cela. hydrophila.

2.3. indução de inflamação

O nade bexiga é um órgão de cavitary, delimitou, com término circulação e instalações para inoculação e coleção de exudates para avaliação dos componentes celulares e fluidos acumulou dentro o foco inflamatório (Matushima e Mariano, 1996,; Martins al de et., 2006; Bozzo et al., 2007). Dez peixes de cada um de grupos G1, G3 e G5 foi levado ao acaso e 1.0 ml de 0.65% solução salina foi injetado no nada bexiga, enquanto usando agulhas de tuberculin esterilizadas e seringas. Estes formaram os controles para a reação inflamatória. Outros dez peixes de cada um de grupos foram inoculados G2, G4 e G6 pela mesma rota com 3×109 unidades colônia-formando de inactivated o A. hydrophila levaram em 1.0 ml de 0.65% solução salina, em um banho de água a 40 °C para 30 min. Esta manipulação foi levada a cabo com o peixe anestesiado em uma solução aquosa de benzocaine (1.0 g/l) (Noga, 1996). o inoculum usado foi semeado cultivando apropriado médio para conferir sua inatividade bacteriana.

2.4. avaliação de componente de cela hematológica e inflamatória

Depois de 6 e 24 h, sangue prova de 1.0 ml foi colecionado do caudal marmoreiam debaixo de anestesia, em tubos de heparinized (10%), em ordem produzir panchromatically manchado sujeiras de acordo com o maio. Grunwald.Giemsa.Wright (MGGW) método e levar a cabo leukocyte e thrombocyte conta (o Tavares-Dias e Moraes, 2003, 2007). o erythrocyte contam, concentração de hemoglobina e sangue indices de medida eram determinados usando uma cela de sangue automática contador. Contar o leukocytes e thrombocytes, eram dez campos contado com cada sujeira. Destes resultados e o número de erythrocytes/ƒÊl de sangue, o número de leukocytes e thrombocytes, foi calculado conforme as equações seguintes: Os peixes foram sacrificados então afundando o nível de anestesia. O exudate foi colecionado por meio de lavar o nade bexiga com 1.0 ml de PBS, contendo 0.01 ml de 5% EDTA. O líquido lavando era completamente recuperado e colocou em teste cônico em que era mantido em gelo. Um alíquota foi transferida para uma câmara de Neubauer para contar o número total de celas debaixo de um microscópio óptico. O resto era centrifugado a 800 rpm em uma centrífuga clínica para 5 min. O supernatant estava descartado e o sedimento era resuspended dentro o mesma quantidade de soro de tilapia (Suzuki, 1986) para preparar panchromatically mancharam sujeiras que usam o May.Grunwald.Giemsa. Wright (MGGW) método (o Tavares-Dias andMoraes, 2003, 2007). até foram contadas 100 celas, entre o presente de tipos diferente.

2.5. qualidade de água

A concentração de oxigênio dissolvida (5.7±0.15 mg/l), temperatura (27±2 °C) e pH (7.3±0.3) era diariamente determinado. Estes permanecido dentro da gama de conforto por criar peixe (Boyd, 1990).

3. resultados

3.1. componente de cela do exudate

Os resultados mostraram que, entre o inactivated de inoculatedwith de peixe Hydrophila de A. (G2, G4 e G6), havia um significativamente maior acumulação de celas (P <0.05) que o entre o qual foi observado o peixe que recebeu salina (G1, G3 e G5), a ambos os tempos de observação (Mesa 2). Os peixes inocularam com hydrophila de A. e que recebeu o suplemento de 2% fermento (G4) ou 0.3% parede de cela (G6) apresentou significativamente maiores acumulações de cela totais (P <0.05), às ambas observação cronometra, então foi visto no grupo non-completado (G2) (Mesa 2). Entre o peixe injetado com salina, não estava este efeito observado.

Nas extensões de exudate os linfócitos foram vistos como celas pequenas com uma relação de nucleus/cytoplasm alta (Figo. 1). Macrofagócito eram o celas maiores observaram no exudates e exibiram pleomorphism celular. Granulocytes mostrou núcleos elípticos com nonstained pequeno grânulos de cytoplasmic. Foram identificados Thrombocytes como médio classificado segundo o tamanho quando comparou às celas de macrofagócito. Eles apresentaram um pequeno relação de nucleus:cytoplasm e núcleos que se aparecem principalmente na cela perímetro e citoplasma de acidophilic. Na diferencial de conta, estava maior número de thrombocytes observado em G4 (years+A. hydrophila) e G (wall+A de cela. hydrophila) depois de 6 e 24 h. Estes mesmos grupos apresentaram número menor de neutrophils, macrofagócito e linfócitos à mesma observação tempos. Por outro lado, nos grupos G1 (non-supplemented+ salino), G2 (non-supplemented+A. hydrophila), G3 (yeast+saline) e G5 (wall+saline de cela), os resultados indicaram o inverso ou pelo menos valor semelhante (Mesa 2). Basophilswere raramente observou depois de 6 h e não a tudo a 24 h. poderia ser visto da diferencial de conta que, independente do tratamento e a observação cronometre, thrombocytes contribuído mais 71% do total mau geral, neutrophils 12%, linfócitos 8%, macrofagócito 6% e basophils 2% (Mesa 3).

3.2. análise hematológica

Os exames de sangue mostraram que o erythrocyte total contam e hematocrit avaliam não era significativamente diferente entre os grupos (Mesa 4). O volume de corpuscular mau e concentração de hemoglobina diferenças significantes apresentadas (P <0.05) em relação a tempo, tal que o volume de corpuscular mau buscou maior 24 h dentro se agrupe G6 (wall+A de cela. hydrophila) e a hemoglobina má concentração buscou maior 6 h em G4 (yeast+A. hydrophila). O número de leukocytes circulante era mais baixo em grupo G1 (nonsupplemented+ salino) depois de 24 h e maior (P <0.05) em G2 (nonsupplemented+ Hydrophila de A.). Leukocytosis aconteceu nos grupos completado com fermento inteiro (P <0.05): G3 (yeast+saline) e G4 (yeast+A. hydrophila). A conta de leukocyte diminuiu de 6 a 24 h em G5 (wall+saline de cela) e G6 (wall+A de cela. hydrophila) (Mesa 5). O número de thrombocytes era maior (P <0.05) em G5 (cela wall+saline) e G6 (wall+A de cela. hydrophila) em relação ao outros grupos, 6 h depois do estímulo. Havia uma diminuição significante em relação a tempo (P <0.01) só em G6 (wall+A de cela. hydrophila). O foi achado valor de máximo em G5 (wall+saline de cela) depois de 24 h. Havia efeitos significantes relativo à diferencial de conta de 6 a 24 h (P <0.05) para leukocytopenia em G5, neutropenia em G1 e G6 e monocytopenia em G1, e lá foi aumentado números de celas imaturas em todos os grupos.

4. Discussão

Os peixes inoculados com hydrophila de A. acumularam um maior total número de celas que o que foi visto nesses que receberam salina (controle), a ambos os tempos de observação. No peixe completado (G3, G4, G5 e G6), excitação através de hydrophila de A. induziu maior total acumulação de celas em relação aos grupos non-completados. Há evidência da que a administração de glycans extraiu a parede de cela de cerevisiae de S. induz resistência aumentada a infecção por anguillarum de Vibrio, salmonicida de V. e ruckeri de Yersinia no Atlântico salmão (salar de Salmo) (Robertsen et al., 1990; Raa et al., 1992) e por Ictaluri de Edwardsiella em peixe-gato de canal (punctatus de Ictalurus) (Chen e Ainsworth, 1992). não foi observada Tal resistência em trout4 de arco-íris. (mykiss de Oncorhynchus) (o Thompson al de et., 1995). Os aumentaram resistência para desafiar pode ser uma conseqüência de phagocytic aumentado atividade (Robertsen et al., 1990; Yano et al., 1991; Chen e Ainsworth, 1992; Engstad et al., 1992; Raa et al., 1992; Jørgensen et al., 1993; Rørstad et al., 1993; Al de et cantado., 1994; Canção e Hsieh, 1994,; Aakre al de et., 1994; Thompson al de et., 1995; Yoshida al de et., 1995; Jørgensen & Robertsen, 1995,; Baulny et al., 1996; Duncan e Klesius, 1996) e lysozyme aumentado e atividade de cytotoxin (Rodríguez et al., 2003). Os resultados da experiência presente acrescentam às anteriores observações com respeito aos benefícios providos por supplementation de fermento. O maior recrutamento de celas de defesa para a área prejudicada contribui, pelo menos em parte, para maior resistência geral contra infecções.

O número total de presente de celas no fluido inflamatório de tilapias em grupo G2 (non-supplemented+A. hydrophila) diminuiu de 6 para 24 h depois da inoculação. Um quadro semelhante foi visto com respeito ao inflamação induzida por E. coli endotoxin em platessa de Pleuronectes (Robertsen et al., 1990). Como ratos de inWistar descritos (o Moraes e Garcia Leme, 1982), este fenômeno pode resultar de pregas no protoplasma níveis de corticosteroids endógeno que é libertado por excitação do eixo hypothalamus-hipófise-ad-renal limitar o desenvolvimento da reação. No peixe que recebeu o suplemento, este efeito pode ter sido compensado da mesma maneira como quando exogenous insulina é administrada. Isto impulsiona o inWistar de resposta inflamatório ratos e mostra antagonismo fisiológico para o corticosteroids isso é libertado por excitação do hypothalamus-hypophysisadrenal eixo (o Moraes e Garcia Leme, 1982). em outro palavra, alimento fermento de supplementation com nos dois forma usando possa tornam isto possível alcançar um isso vai de nível homeostático mais alto favorecem o desenvolvimento da reação inflamatória. É possível que o peixe completado tido uma maior fonte de elementos por prover as demandas impostas por o fenômeno inflamatório, com respeito a recipiente e atividade de cela, e a liberação, síntese ou neoformation de mediadores farmacológicos controlado pelo alimento.

O mecanismo para a ação de immunostimulants no inflamação que foi sugerida por Bricknell e Dalmo (2005) insinua aquele leukocytes apresentam configurações diferentes de receptores de reconhecimento, com variações em resposta de acordo com os tipos de unir e intracellular sinalizam eventos de transmissão. Porém, neste caso, lá, seria a necessidade por tipos diferentes de resposta para uma variedade de immunostimulants. Embora inflamação é um fenômeno complexo, isto, é unificado em relação a estímulos de natureza diferente, como biológico, estímulos físicos ou químicos. Em tal embala, há vasodilatation, permeabilidade vascular aumentada, viscosidade de sangue aumentada, leukocyte, margination, diapedesis, chemotaxis e phagocytosis através de celas competentes (Garcia Leme, 1989,; Cotran et al., 1996). Limitou peixe, independente de densidade de população, está em um ambiente que é diferente do um para qual eles foram selecionados por evolução genética. Assim, eles podem mantenha uma demanda de energia alta até mesmo se os níveis de cortisol forem low.When a dieta de peixe é vitamina de supplementedwith C (Petric et al., 2003), vitamina E (Belo et al., 2005), parede de cela de fermento ou autolyzed fermento inteiro, um mais alto nível homeostático pode ser atingido então. Nos casos de vitaminas C e E (Belo et al., 2005; Garcia al de et., 2007), mais baixa liberação de cortisol acontecido entre pacu (mesopotamicus de PÁG.) isso foi persistido em densidade alta (20 kg/m3) e a resposta inflamatória ficou mais eficiente. Precisa ser tido em mente que, quando immunostimulants são injetado em peixe, inflamação acontece embora a cavidade ou tecido tipo ou a substância usaram. Quando desafiou, particularmente quando o mesma rota é usada, themacrophageswill já está em um estado de alerta e responderá mais prontamente, recrutar neutrophils ao foco inflamatório (o Ferreira, 1980). No outro hand,when está o immunostimulant administrado oralmente, é degradado por digestão que faz isto difícil sensibilizar os receptores de membrana de cela de qualquer leukocyte.

Conseqüentemente, aumentando a resposta inflamatória por melhorar o nível homeostático geral, facilitando a atividade dos elementos assim, isso participa no processo, se torna uma idéia atraente e está em linha com um das características de resposta de anfitrião, i.e. sua uniformidade. Isto padronização é evidente em qualquer tipo de lesão de cela, em relação ao infinidade de agentes prejudiciais de substância química, natureza física ou biológica. Injeção de agentes de phlogogenic diferentes em espécies diferentes de peixe induz respostas que apresentam algumas diferenças relativo às celas que predomine ao foco inflamatório (Bodammer, 1986,; Peddie et al., 2002). na experiência presente, havia presença marcada de thrombocytes e menos número de neutrophils, linfócitos, macrofagócito, e basophils. Um resultado semelhante foi observado por Matushima e Mariano (1996) em tilapia de Nilo (niloticus de O.) e por Martins al de et. (2006) e Bozzo et al. (2007) em pacu (mesopotamicus de PÁG.) em qual 50–70% de as celas apresentam no local do thrombocytes de lesionwere e 15–30% era macrofagócito, com mais baixa participação através de linfócitos e poucos macrofagócito e granulocytes de LG-PAS. Em teleosts diferente a habilidade de phagocytic de thrombocytes para bactérias e foram informados outros antígenos (Slierendrecht et al., 1995; Colina e Rowley, 1996,; Al de et de covas., 2001; Stosik et al., 2001; Kolman et al., 2003). foi sugerido que thrombocytes tenham importante substâncias para atividade de phagocytosis, como glycogen (Zinkl et al., 1991; Passantino et al., 2005; O Tavares-Dias e Barcellos, 2005,; Tavares - Dias, 2006), ácido (Zinkl et al., 1991; Schütt et al., 1997) e alcalino phosphatase (Zinkl et al., 1991; Passantino et al., 2005). o Tavares-Dias al de et. (2007) caracterizou o cytochemical e características de ultrastructural de thrombocytes em macropomum de Colossoma Cuvier 1836 (Characidae) e lineatus de Prochilodus Valenciennes 1836 (Prochilodontidae) e evidência informada da digestão de resíduos celulares através de thrombocytes.

Mecanismos de imunidade específica em peixe, semelhante abaixar vertebrados, é significativamente menos desenvolvido e faz papel menos importante para amarkedly que em pássaros ou mamíferos (Stosik et al., 2001). em contraste, peixes têm um sistema de resistência de nonspecific que faz o papel básico em organismo defesa contra pathogenic e fatores ambientais (Stosik et al., 2001; Passantino et al., 2005). thrombocytes de Piscine representam uma ligação entre imunidade inata e adaptável (Passantino et al., 2005), e superfície expressa e moléculas de intracellular nas que são envolvidas o função imune (Köllner et al., 2004).

As variações em parâmetros de medida de sangue que foram achados está de acordo com os padrões normais descritos para tilapia de Nilo (Alkahem, 1994,; Ueda et al., 1997). As diferenças observadas em mau volume de corpuscular e concentração de hemoglobina eram talvez relacionado a possíveis efeitos de tensão que é o resultado de controlar o peixe. Porém, não foram avaliados tais efeitos. O nível de thrombocytopenia (Mesa 5) isso foi observado 24 h depois que o estímulo confirme os resultados de Ranzani-Paiva al de et. (2004) que descreveu estes níveis depois de inoculação de Mycobacterium marinum. Eles também acharam um número diminuído de circular leukocytes e aumentou números de ambos cela digita ao foco de a lesão. De uma maneira análoga no estudo presente, monocytosis (em G2, G3, G4, G5 e G6) e neutrophilia (em G1 e G6) era observado em sujeiras de sangue. Também havia a presença de macrofagócito e neutrophils ao local inflamatório e neutrophilia e número aumentado de celas imaturas no sangue do peixe em grupos G2, G3, G4 e G5. Estas variações podem significar mobilização de leukocytes dos compartimentos de reserva para a circulação e de o posterior ao local da lesão. Observações semelhantes foram informado em relação a mamíferos (o Garcia-Navarro e Pachaly, 1998), e o neutrophilia sugestiona a existência de uma resposta para bacteriano infecção (o Ranzani-Paiva al de et., 2004). Os resultados apresentados aqui tornam isto possível sugestionar aquele alimento supplementation com fermento proveram um aumento de nonspecific dentro o resposta inflamatória aguda, com maior acumulação de defesa, celas ao foco da lesão. Este efeito era mais intenso quando só a parede de cela era usada como o suplemento. O tipo de cela principal apresente no local da lesão era thrombocytes, e mais baixo número de neutrophils, linfócitos e macrofagócito. A cinética destes celas, dos compartimentos de reserva chegar ao local inflamatório, parece ter repercussões em avaliações do sangue circulante.

Comentários