Eua - costa oeste

Eua - costa oeste

INFRA-ESTRUTURA

Os Estados Unidos possuem uma rede de estradas exemplar que somam 3 732 757 quilômetros. As ferrovias somam aproximadamente 240 mil quilômetros. O sistema aéreo também é bastante vasto e desenvolvido. O número de aeroportos chega a 14 893, mas 9398 possuem pistas não pavimentadas. Os heliportos somam 118 no país. Nova Iorque, Chicago, Atlanta, Los Angeles, Dallas, Washington, DC e San Francisco destacam-se como grandes centros aeroportuários. As grande companhias aéreas do país são: Alaska Airlines, Aloha Airlines, America West Airlines, American Airlines, Continental Airlines, Northwest Airlines, Pan Am Clipper Connection, Delta Air Lines, JetBlue Airways e Southwest Airlines. As hidrovias são constituídas por 41 009 quilômetros. Os principais portos são os de Los Angeles-Long Beach, New Orleans, Nova Jérsei-Nova Iorque, Filadélfia, Houston, Miami, Portland, San Francisco, Seattle, Chicago. A quilometragem das malhas são as maiores do mundo em suas respectivas categorias. Existem aproxidamadamente 15223 hotéis no país

WASHINGTON

A economia de Washington está centralizada primariamente no turismo e na indústria aeroespacial. Por isso o estado dispões de infra-estrutura necessária para atender turistas e população. Devido à sua localização estratégica, próxima do Alasca, Havaí e da Ásia, Seattle tornou-se um grande pólo aeroportuário e portuário americano. Diversos vôos partindo do Aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma conectam o país com diversas cidades da Ásia, Havaí e do Alasca. A Alaska Airlines possui seu centro de operações no Aeroporto Internacional de Seattle. O porto de Seattle é um dos mais movimentados da costa oeste americana. Além disso, o Estado administra a maior companhia de ferry do mundo, que conecta Seattle com cidades localizadas em ilhas do delta do Rio Columbia.Cerca de 20 companhias ferroviárias fornecem serviços de transporte de carga e passageiros no Estado. Michigan possuía 5 063 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 132 391 quilômetros de estradas e rodovias, dos quais 1 230 quilômetros eram considerados parte do sistema federal de rodovias interestaduais. Em relação às escolas, todas as instituições educacionais em Washington precisam seguir regras e padrões ditadas pelo Conselho Estadual de Educação de Washington. Em 1999, as escolas públicas do Estado atenderam cerca de 1,004 milhões de estudantes, empregando aproximadamente 50,4 mil professores. Escolas privadas atenderam cerca de 76,9 mil estudantes, empregando aproximadamente 5,7 mil professores. O sistema de escolas públicas do Estado consumiu cerca de 6,098 bilhões de dólares, e o gasto das escolas públicas foi de aproximadamente 6,6 mil dólares por estudante. Cerca de 89% dos habitantes do Estado com mais de 25 anos de idade possuem um diploma de segundo grau. A primeira instituição de educação superior de Washington, a Universidade de Washington, foi inaugurada em 1861. Atualmente, Washington possui 78 instituições de educação superior, dos quais 45 são públicas e 33 são privadas. A região metropolitana de Seattle, graças à sua proximidade com a frente de batalha do Pacífico, tornou-se uma das maiores fabricantes de navios militares, e a maior fabricante de aviões militates, do país. Em 1943, o governo americano inaugurou uma usina nuclear no Estado. Represas instaladas ao longo do rio Columbia produzem metade de toda a eletricidade gerada através de usinas hidrelétricas no país, a Represa Grand Coulee é atualmente a terceira maior represa do mundo, e a maior do país. Em relação à indústria, a maior fabricante de aviões do mundo, a Boeing, está sediada em Washington, e várias de suas fábricas estão localizadas no Estado. Em relação a sua estrutura portuária, o porto de Seattle é um dos mais movimentados da costa oeste americana. Além disso, o Estado administra a maior companhia de ferry do mundo, que conecta Seattle com cidades localizadas em ilhas do delta do Rio Columbia.

OREGON

O estado de Oregon é muito bem suprido em relação ao sistema de transportes. Portland é o principal pólo rodoviário, ferroviário, portuário e aeroportuário do Oregon. O Estado possui cerca de 156 mil quilômetros de estradas e rodovias, e é servido por cerca de 20 companhias ferroviárias diferentes. O Aeroporto Internacional de Portland é o aeroporto mais movimentado do Estado, e também um dos mais movimentados do oeste americano. Outros aeroportos importantes são os aeroportos internacionais de Eugene e de Medford. Portland é o centro portuário mais movimentado da bacia hidrográfica do Rio Columbia. Em 2002, o Oregon possuía 3 907 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 106 138 quilômetros de estradas e rodovias, dos quais 1 172 quilômetros eram considerados parte do sistema federal de rodovias interestaduais.

Após o fim da guerra, o Oregon instalaria diversas usinas hidroelétricas no Estado. Duas foram inaguradas na década de 1950, e mais cinco na década de 1970, no Rio Columbia ou no Rio Snake, que passaram a fornecer energia a baixo custo, incentivando o crescimento da indústria de manufatura, que por sua vez, acelerou o processo de urbanização do Estado.

Em relação a sua capacidade de hospedagem: As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Portland, Bend, Eugene, Medford, Salem, Klamath Falls, Roseburg, Hillsboro, Sunriver, Grants Pass, Pendleton e Lincoln City.

CALIFÓRNIA

O território californiano é muito extenso. É o terceiro do maior estado do país, e quatro das vinte maiores cidades dos Estados Unidos estão localizadas na Califórnia: Los Angeles, San José, San Diego e San Francisco. O PIB da Califórnia foi de 1,4 trilhões de dólares em 2004, o maior entre todos os Estados americanos. Esta importância e responsabilidade fez com que o estado se desenvolvesse em relação ao sistema de transportes, qualidade de vida, desenvolvimento do turismo, entre outros. O território californiano é integrado por um sistema extensivo de estradas, vias expressas e rodovias. Los Angeles e San Francisco são os principais centros de transporte do Estado. Muitas das grandes cidades californianas são famosas pelos seus grandes congestionamentos, especialmente Los Angeles e San Francisco-Oakland. A Califórnia, em 2003, possuía 272 873 quilômetros de vias públicas, dos quais 3 956 quilômetros eram rodovias interestaduais, considerados parte do sistema federal rodoviário dos Estados Unidos. Em relação ao sistema aéreo, na Califórnia estão localizadas dois dos aeroportos mais movimentados do mundo: o Aeroporto Internacional de Los Angeles e o Aeroporto Internacional de San Francisco. Elas são os principais centros aeroportuários do oeste da América do Norte. Outros importantes aeroportos comerciais estão espalhados ao longo dos 58 condados da Califórnia. O sistema marítimo conta com grandes centros portuários importantes. O gigantesco complexo portuário formado pelo Porto de Los Angeles e o Porto de Long Beach, no sul do Estado, é o mais movimentado do país, responsável pelo manejamento de aproximadamente um quarto de todo o tráfego de containers dos Estados Unidos. Este complexo portuário é também um dos mais movimentados do mundo. San Francisco é outro centro portuário importante. O sistema de transporte ferroviário californiano possui sistemas de metrô e de light rail, e San Diego e Sacramento possuem um sistema de light rail. O Metrolink é um método ferroviário de transporte inter-urbano, e que conecta muitas das grandes cidades do sul da Califórnia, conectando San José a San Francisco. A Califórnia, em 2003, possuía 9 508 quilômetros de ferrovias. O rápido crescimento populacional da Califórnia está congestionando cada vez mais todos os sistemas de transporte do Estado. Uma crescente questão na política californiana é se o Estado deveria expandir seu sistema de rodovias e estradas, ou incentivar seus condados e cidades a melhorarem seus sistemas de transporte público. As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: No Norte: Sacramento, Lake Tahoe, Redding, Chico, Davis, Roseville, Yuba City, Yreka, Red Bluff, Vacaville, Auburn e Folsom; Costa Norte: Eureka, Ukiah, Mendocino, Arcata, Fort Bragg, Crescent City, Rohnert Park, Healdsburg, Willits, Garberville, Corte Madera e Fortuna; No Sul: Palm Springs, Ontario, Pomona, Riverside, Barstow, Victorville, Blythe, Big Bear Lake, Lancaster, El Centro e Idyllwild; Na Costa Sul: Los Angeles, San Diego, Anaheim / Disneyland, Santa Barbara, Irvine / Univ of California, Laguna, Costa Mesa, Santa Ana, Huntington Beach, Carlsbad, Newport Beach e Oceanside; Na Costa Central: San Francisco, San Jose, Monterey, Santa Cruz, Sunnyvale, Napa, San Luis Obispo, Newark/Fremont, Santa Clara, Santa Rosa, Carmel e Mountain View; No Centro: Fresno, Bakersfield, Modesto, Stockton, Mammoth Lakes, Bishop, Merced, Yosemite, Mariposa, Oakhurst, Visalia e Tulare.

ARIZONA

A maior parte da população do Arizona concentra-se ao redor de dois centros urbanos: Phoenix, a maior cidade e capital do Estado, e Tucson. Nestes locais há uma concentração maior de facilidades aos moradores em relação à infra-estrutura. A cidade de Phoenix é o principal centro aeroportuário, ferroviário e rodoviário do Arizona. Em 2002, o Estado possuía 2 860 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Arizona possuía 92 584 quilômetros de vias públicas, dos quais 1 878 quilômetros eram rodovias interestaduais, considerados parte do sistema rodoviário federal dos Estados Unidos. O principal aeroporto do Estado é o Aeroporto Internacional Sky Harbor, localizado em Phoenix. É o décimo aeroporto mais movimentado dos Estados Unidos e o décimo segundo mais movimentado do mundo, em número de passageiros, e o mais movimentado do mundo, tratando-se de tonelagem de carga movimentada. O Arizona têm se destacado como um grande pólo turístico americano, devido às suas belezas naturais, em especial, o Grand Canyon. O Estado é conhecido pelo seu número elevado de fazendas, possui 7,4 mil, ocupando 11% do Estado. A maior parte das fazendas do Arizona, que são comumente chamadas de ranchos, são usadas para a criação de grandes rebanhos bovinos. As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Phoenix Area, Tucson, Flagstaff, Sedona, Yuma, Page, Williams, Kingman, Lake Havasu City, Prescott, Grand Canyon e Holbrook.

NEVADA

O principal centro aeroportuário, ferroviário e rodoviário do Nevada é Las Vegas. O Nevada possui cerca de 60 mil quilômetros de vias públicas. A Amtrak e a Greyhound fornecem serviço de transporte de passageiros inter-urbano através do uso de ônibus. O principal aeroporto do Estado é o Aeroporto Internacional McCarran, localizado em Las Vegas. É um dos aeroportos mais movimentados dos Estados Unidos e do mundo, atendendo a cerca de 41 milhões de passageiros por ano. Em 2002, o Nevada possuía 1 931 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 54 681 quilômetros de estradas e rodovias, dos quais 901 quilômetros eram considerados parte do sistema federal de rodovias interestaduais.

Assim como o Arizona, Nevada possui muitas fazendas, mas seu desenvolvimento principal ocorre através do comércio.

No setor de educação, como ocorre na maioria dos estados, as instituições educacionais no Nevada precisam seguir regras ditadas pelo Conselho Estadual de Educação do Nevada. Nas cidades, a responsabilidade de administrar as escolas é do distrito escolar municipal, enquanto que em regiões menos densamente habitadas, esta responsabilidade é dos distritos escolares operando em todo o condado em geral. O Nevada permite a operação de escolas charter - escolas públicas independentes.

A importância do turismo na economia do Nevada aumentou rapidamente durante a década de 1950 e de 1960. Em 1970, cerca de 15 milhões de turistas visitaram o Estado. Atualmente, o turismo é a principal fonte de renda do Nevada. Isso devido principalmente a Las Vegas, com seus grandes cassinos, vida noturna e todos os componentes da oferta turística, como hotéis, agências, retaurantes.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Las Vegas, Reno, Elko, Mesquite, Carson City, Stateline, Winnemucca, Laughlin, Fallon, Lake Tahoe, Primm e Ely.

IDAHO

Boise é o principal centro urbano de Idaho. Nesta cidade estão localizados as principais estradas e ferrovias do estado. Em 2002, o Idaho possuía 2 643 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 75 522 quilômetros de vias públicas, dos quais 983 quilômetros eram rodovias interestaduais, consideradas parte do sistema federal rodoviário dos Estados Unidos.

O estado possui 35 usinas hidrelétricas, as quais ja fazem parte de sua paisagem e geram cerca de 89% da energia utilzada no estado.

O apelo turístico do estado não é muito grande. As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Boise, Idaho Falls, Coeur d'Alene, Pocatello, Lewiston, Twin Falls, Ketchum, Sandpoint, Meridian, Post Falls, Rexburg e Nampa.

UTAH

Utah é um dos mais importantes centro de transportes e de telecomunicações do Oeste americano. Em 1869, a inauguração de uma ferrovia conectando o Utah com outras regiões do país retirou a região de sua então isolação geográfica e permitiu que o Utah pudesse prosperar economicamente. Atualmente, dez empresas ferroviárias fornecem serviço de transporte de carga no Estado. É Salt Lake City é o principal pólo ferroviário do Estado. O Utah possui cerca de 75 mil quilômetros de estradas e rodovias. Salt Lake City é também o principal pólo ferroviário do Estado. O aeroporto mais movimentado do Utah é o Aeroporto Internacional de Salt Lake City. Em 2002, o Utah possuía 2 298 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 68 745 quilômetros de estradas e rodovias.

O turismo é uma das principais atividades realizadas no estado. Sua infra-estrutura turística está concentrada principalmente nas estações de esqui. Como a procura é grande por atividades naturais como esta, o estado investiu em melhorias para tornar um grande pólo nesta modalidade.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Salt Lake City, Park City, St. George, Moab, Cedar City, Provo, Ogden, Layton, Bryce Canyon, Logan, Richfield, Zion National Park / Hurricane Area.

NOVO MÉXICO

As principais cidades são Albuquerque, Santa Fé e Los Alamos. O aeroporto mais movimentado do Estado é o Aeroporto Internacional de Albuquerque, que movimentou 3,3 milhões de passageiros em 1996. Em 2002, o Novo México possuía 3 159 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 102 922 quilômetros de vias públicas.

Estimativas apontam que aproximadamente 10% da população do Novo México tenham nascido fora dos Estados Unidos, e que 2% da população do Estado sejam imigrantes ilegais. É um estado com a influência de diversas culturas.

O sistema é de educação no estado ocorre da mesma forma que nos demais. Possui 43 instituições de ensino superior.

A infra-estrutura turística no estado não é tão desenvolvida como ocorre em outros estados, apesar de ele possuir muito potencial e o turismo ser uma importante fonte de renda do etado.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Albuquerque, Santa Fe, Gallup, Taos, Las Cruces, Farmington, Roswell, Tucumcari, Ruidoso, Clovis, Santa Rosa e Deming.

COLORADO

As duas maiores cidades do estado são Denver e Georgetown. Turísticamente o estado é bastante conhecido por suas etações de esqui. Nas regiões exite infra-estrutura turística que atende a grande demanda que o estado vem recebendo. Principalmente em Aspen existem muitos resorts de esqui.

Toda a imopirtância do estado é comprovada através do Aeroporto Internacional de Denver, o qual é um dos aeroportos mais movimentados do mundo.

Em relação aos tranportes emgeral, o Colorado é um dos principais pólos de transportes dos Estados Unidos. Denver é o maior centro de transportes do Estado, sendo um dos pólos rodoviário e aeroportuário mais importantes do país. Em 2002, o Colorado possuía 4 421 quilômetros de ferrovias. m 2003, o Estado possuía 139 725 quilômetros de vias públicas, dos quais 1 539 quilômetros eram rodovias interestaduais, considerados parte do sistema federal rodoviário dos Estados Unidos.

A história explica o denenvolvimento mais avançado de Denver. Foram construídas em Denver, durante a década de 1880, diversos empreendimentos imobiliários, que foram financiados por magnatas da indústria de mineração do Estado - em especial, Horace A. W. Tabor, que fora cognomeado de "Rei Prata" pela mídia americana. Estes empreendimentos, além de outros investimentos realizados por tais magnatas na cidade, ajudariam Denver a tornar-se um dos principais pólos financeiros e comerciais do interior do oeste americano. O Estado prosperava com a mineração de prata, que era comprada primariamente pelo governo americano, para a fabricação de moedas. O estado possui também diversas usinas hidrelétricas, e em relação à educação, possui 76 instituições de ensino superior.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Denver, Colorado Springs, Steamboat Springs, Vail, Aspen, Breckenridge, Fort Collins, Boulder, Snowmass, Durango / Ski Resort, Keystone e Pueblo.

WYOMING

Este é o estado menos populoso do país. Sua principal cidade é Cheyenne.

Como o principal foco turístico do estado é o Parque Nacional Yellowstone, um dos maiores parques naturais do mundo, e o primeiro dos Estados Unidos; as ações em relação à infra-estrutura são desenvolvidas em relação a ele. O estado possui outras reservs naturais protegidas. Em muitas o acesso é retrito. E por esse motivo o estado tem baixa densidade demográfica.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Jackson / Jackson Hole, Yellowstone National Park, Cody, Cheyenne, Casper, Laramie, Gillette, Rawlins, Rock Springs, Sheridan, Riverton e Evanston.

MONTANA

As principais cidades do estado são Billins, Great Falls e Missoula. Assim como Wyoming possui um número baixo de habitantes.

Em relação aos transportes, três companhias ferroviárias fornecem serviço de transporte ferroviário de carga em Montana, e a Amtrak fornece serviço de transporte ferroviário entre dez cidades do Estado. Billings é o principal centro rodoviário, ferroviário e aeroportuário do Estado, possuindo o aeroporto mais movimentado do Montana. Em 2002, o Montana possuía 5 277 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 111 769 quilômetros de vias públicas, dos quais dois mil quilômetros eram rodovias interestaduais, parte do sistema rodoviário federal dos Estados Unidos, que conectam o Montana com Estados adjacentes e com o Canadá.

Em relação à educação, Montana possui 23 instituições de educação superior. As altas taxas de precipitaçãp de neve durante o inverno fazem com que o estado seja importante pólo de esqui. O estado estão instalados diversos resorts. Muitos turistas são atraídos pelas belezas naturais. Sendo assim, o estadoprovidenciou que tods as reservas fossem cuidadas, assim como estações de esqui, fazendo com que seu uso seja ordenado e propiciando infra-estrutura necessária a seus visitantes.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Billings, Missoula, Bozeman, Helena, Great Falls, Kalispell, Butte, Miles City, Whitefish, Glendive, Livingston e Dillon.

DAKOTA DO NORTE

As principais cidades do estado são Fargo e Bismarck. Estado. A agricultura e a extração de petróleo são as principais fontes de renda da Dakota do Norte, juntamente com o turismo. Em relação ao sistema de transportes, duas companhias ferroviárias fornecem transporte de carga, e a Amtrak fornece serviço de transporte de passageiros. O Estado possui quatro aeroportos internacionais, dos quais o mais movimentado está localizado em Fargo, embora nenhum destes aeroportos seja considerado movimentado. Muitos aeródromos estão espalhados em áreas rurais da Dakota do Norte, conectando regiões mais isoladas com o restante do Estado. Fargo é o principal pólo rodoviário, ferroviário e aeroportuário do Estado. Dakota do Norte possui atualmente uma extensiva e eficiente malha ferroviária e rodoviária, que cobre muito do Estado. Em relação à educação, atualmente, o Estado possui 22 instituições de educação superior. As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Fargo, Grand Forks, Bismarck, Minot, Dickinson, Jamestown, Devils Lake, Wahpeton, Bowman, Rugby, Valley City e Williston.

DAKOTA DO SUL

Este estado ficou mundialmente conhecido devido ao monte Rushmore. Devido principalmente a este monumento e à toda região de Blck Hills o turismo é intenso na região. Assim, uma infra-estrutura necessária para atender aos turistas é imprescindível. Em relação aos transportes no estado, a primeira ferrovia conectando Dakota do Sul com outras regiões do país foi inaugurada em 1872, em Vermillion. Dakota do Sul, em 2002, possuía 2 956 quilômetros de ferrovias. Em 2003, a Dakota do Sul possuía 134 683 quilômetros de vias públicas. Atualmente, duas companhias ferroviárias fornecem transporte de carga, e a Amtrak fornece serviço de transporte de passageiros. O aeroporto mais movimentado da Dakota do Sul é o Aeroporto Internacional de Sioux Falls. Muitos aeródromos estão espalhados em áreas rurais da Dakota do Sul, conectando regiões mais isoladas com o restante do Estado. Sioux Falls é o principal pólo rodoviário, ferroviário e aeroportuário do Estado. Com relação à educação o estado possui 27 instituições de educação superior. As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Rapid City, Sioux Falls, Spearfish, Custer, Mitchell, Aberdeen, Deadwood, Pierre, Watertown, Keystone, Brookings e Hot Springs.

NEBRASKA

As principais cidades do estado são Omaha e Lincoln. O número de habitantes aumentou consideravelmente ao longo dos últimos dez anos. Assim, muitos espaços rurais foram tomando outra fisionomia e a infra-estrutura de estradas e ferrovia melhorou bastante.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Omaha, Lincoln, Kearney, North Platte, Grand Island, Columbus, York, Ogallala, Scottsbluff, Norfolk, Sidney e Hastings.

KANSAS

As Principais cidades são Wichita, Kansas City e Topeka. A cidade de Dodge City é considerada por muitos como a "Capital Mundial dos Cowboys". O Estado é o maior produtor de trigo do país e possui um dos maiores rebanhos de gado bovino do país. A agropecuária foi durante muito da história do Kansas sua principal fonte de renda.

O estado de Kansas possui 8 138 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 217 281 quilômetros de vias públicas. A quilometragem do sistema de vias públicas do Kansas é a quarta maior dos Estados Unidos, superado apenas por Califórnia, Texas e Illinois. O Aeroporto Internacional de Wichita é o aeroporto mais movimentado do Estado. Kansas possui 60 instituições de educação superior.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Wichita, Topeka, Salina, Hays, Junction City, Emporia, Lawrence, Garden City, Liberal, Hutchinson, Manhattan e Dodge City.

OKLAHOMA

As principais cidades são Oklahoma City e Tulsa.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Oklahoma City Area, Tulsa, Ardmore, Lawton, Elk City, Enid, Muskogee, Clinton, Stillwater, Claremore, McAlester e Shawnee.

De acordo com dados pesquisados, as principais fontes de renda são a mineração, a agropecuária e a manufatura. Não há grandes menções em relação ao turismo e ao sistema de transportes.

O estado possui aeroportos e as cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Oklahoma City Area, Tulsa, Ardmore, Lawton, Elk City, Enid, Muskogee, Clinton, Stillwater, Claremore, McAlester e Shawnee.

TEXAS

O Texas possui a segunda maior população dos Estados Unidos. Suas principais cidades são Dallas, San Antonio, Austin, Amarillo e Houston. Os cowboys são um símbolo do estado, e até hoje ainda existem em várias áreas rurais, de onde surgiram.

O Texas possui uma malha ferroviária composta por 44 linhas diferentes. Esta malha fornece transporte inter-urbano de passageiros entre 20 cidades diferentes, e serviços de carga para mais de 300 cidades e vilas. O Estado possui a maior malha ferroviária e rodoviária dos Estados Unidos. Em 2002, o Texas possuía 16 652 quilômetros de ferrovias. Em 2003, o Estado possuía 486 001 quilômetros de estradas e rodovias.

O transporte público das cidade do Texas é precário. Não existem linhas de metrô em nenhuma das grandes cidades do Estado. As cidades do Texas são servidas apenas uma malha de rotas de ônibus, geralmente, ineficiente, e em alguns casos, suplementados por uma ou duas linhas de light rail. A precariedade do sistema de transporte público das cidades do Texas faz com que o uso de carros por parte da população texana seja muito alto, gerando constantemente congestionamentos, bem como grande poluição atmosférica nos grandes centros urbanos do Estado. O Texas possui 13 grandes portos marítimos, sendo que o porto de Houston é o mais movimentado do Estado. Texas possui diversos aeroportos movimentados, dois dos quais se destacam como grandes centros aeroportuários internacionais: O Aeroporto Internacional de Dallas-Fort Worth, na região metropolitana de Dallas-Fort Worth, que é o quinto aeroporto mais movimentado do mundo, e é o principal centro de operações da American Airlines, a maior companhia aérea do mundo; e o Aeroporto Intercontinental George Bush, em Houston, o oitavo mais movimentado do país, e o principal centro de operações da Continental Airlines. O Estado possui atualmente 200 instituições de educação superior, dos quais 109 são públicas e 91 são privadas. O Sistema de Universidades do Texas é o sistema público de instituições de educação superior do Texas, bem como o maior sistema educacional do Estado. A Universidade do Sudoeste é a instituição de educação superior mais antiga do Texas, tendo sido fundada em 1840, em Georgetown.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Dallas, Houston, San Antonio, Austin, El Paso, Corpus Christi, Galveston, Amarillo, Plano, Lubbock, McAllen e Beaumont.

ALASCA

A maioria das cidades e das vilas no Estado são acessíveis somente por mar ou pelo ar. Anchorage é o principal centro aeroportuário do Alasca.

O sistema rodoviário do Alasca é um dos menos desenvolvidos de todo os Estados Unidos. Isto porque o sistema rodoviário do Alasca cobre uma área relativamente pequena do Estado, e conectando apenas os principais centros populacionais do estado. A capital do estado, Juneau, não é acessível via estradas, fato que tem causado diversos debates e discussões nas últimas décadas, sobre a possibilidade de mudar a capital para uma cidade conectada ao sistema rodoviário do Estado.

As principais cidades são Anchorage, Fairbanks e Juneau.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Anchorage, Fairbanks, Juneau, Ketchikan, Denali National Park, Kenai Peninsula, Soldotna, Seward, Homer, Wasilla, Girdwood e Valdez.

HAVAI

O Havai é o estado americano mais isolado em relação ao resto do país. Com isso, toda a infra-estrutura fica comprometida em relação ao país. Mas sua infra-estrutura em relação ao turismo compensa demais dificuldades.

O arquipélago possui 132 ilhas que estendem-se por 2,45 mil quilômetros. A maior parte do estado concentra-se no sudeste do arquipélago, onde estão concentradas as oito maiores ilhas do Havaí, as quais são as únicas ilhas habitadas do Estado. Nas outras ilhas não existe infra-estrutura necessária para a prática de quase nenhuma atividade.

Em relação ao sistema aéreo, O Aeroporto Internacional de Honolulu é o principal centro aeroportuário do Estado.

Cada uma das oito grandes ilhas possui seu próprio sistema rodoviário, mas pessoas querendo locomover-se em direção a outras regiões do estado precisam fazer uso de balsas ou de aviões.

As cidades com maior número de hotéis e maior ocupação são: Waikiki, Honolulu, Kailua-Kona, Lahaina, Kihei, Kapaa, Wailea, Waikoloa, Poipu, Kaanapali, Princeville-Hanalei e Hilo.

Comentários