O[1].S Embalador

O[1].S Embalador

ORDEM DE SERVIÇO

NR-1 Portaria Ministerial nº 3214

FOR. 30.04

Data Emissão: 01/01/08

Revisão: 00

Pág.: 03/03

ORIENTAÇÃO DE SEGURANÇA NO TRABALHO

PARA FUNÇÃO DE:

[ ] EMBALADOR

Descrição da Função:

-Manter a limpeza e organização no setor de trabalho;

-Usar EPI´s de acordo com a orientação do Superior Imediato / Cipa;

- Embalar peças conforme pasta de produto;

-Se possível identificar peças com defeitos;

-Embalar , (usinar peça, liberar pallete da máquina para iniciar usinagem, rebarba a peça usinada conforme instruído, medição (paquimetro e calibrador passa não passa), registrar valores na carta de Cep conforme modelo 12, aprovar peça controlada e colocar no pallet conforme instrução de embalagem, segregar a peça com anomalia, registrar as ferramentas na planilha presset).

[ ] OPERADOR MAQUINA DE PRODUÇÃO CNC I

Descrição da Função:

-Abastecer as máquinas;

-Fazer a expedição de peças produzidas;

-Controlar refugos nas fichas conforme orientação;

-Controlar peças conforme pasta de produtos;

-Retrabalhar peças conforme instrução específica;

-Trabalhar conforme instrução de pasta de produto;

-Fazer montagem de peças conforme instrução na pasta de produto;

-Identificar peças rejeitadas e motivos;

-Preencher registro de alto controle;

-Preencher Check list diário de manutenção;

-Operar máquina (trocar ferramenta no magazine da máquina, registrar presset, verificar desgaste das ferramentas, controlar vida útil, calibração de súbito com anel, medição com súbito paquímetro e calibrador passa não passa).

[ ] OPERADOR MAQUINA DE PRODUÇÃO CNC II

Descrição da Função:

-Abastecer as máquinas;

-Fazer a expedição de peças produzidas;

-Controlar refugos nas fichas conforme orientação;

-Controlar peças conforme pasta de produtos;

-Retrabalhar peças conforme instrução especifica;

-Trabalhar conforme instrução de pasta de produto;

-Identificar peças rejeitadas e motivos;

-Preencher registro de alto controle

-Preencher Chek list diário de manutenção;

-Operar máquina (operar 2 centros de usinagem simultaneamente, detectar falhas de usinagem, (fresado, rosacado, furação, alargamento) em tempo hábil, reconhecer palete da máquina, ajustar ferramenta na máquina).

[ ] OPERADOR MAQUINA DE PRODUÇÃO CNC III

Descrição da Função:

-Abastecer as máquinas;

-Fazer a expedição de peças produzidas;

-Controlar refugos nas fichas conforme orientação;

-Controlar peças conforme pasta de produtos;

-Retrabalhar peças conforme instrução especifica;

-Trabalhar conforme instrução de pasta de produto;

-Fazer montagem de peças conforme instruções na pasta de produto;

-Identificar peças rejeitadas e motivos;

-Preencher Chek list diário de manutenção;

-Operar máquina (introduzir programa CNC, trocar programa, aplicar parâmetros de corte, zero peças, verificar e confirmar grupo de ponto zero, reconhecer ferramenta em ciclo e palete da máquina, trocar as ferramentas do magazine da máquina, registrar o corretor e renovar vida útil, reconhecimento de ferramenta em ciclo, domínio na usinagem de todas as peças da mesma família, domínio na operação de usinagem 2 máquinas simultaneamente sem perda da produtividade).

DEPTO \ SET: PRODUÇÃO / CENTRO DE USINAGEM Efetivo Contratado

Eu, ________________________________________________ Registro ________, declaro que recebi da empresa SATA BRASIL LTDA, orientação de Segurança do Trabalho e cópia desta Ordem de Serviço, de acordo com as determinações na Norma Regulamentadora N.º 01 da Portaria 3.214 do MTE , item 1.7 alínea “b”.

Comunicamos que ao entrar nas áreas fabris, deverá utilizar os seguintes Equipamentos de Proteção Individual E.P.I`s.

( X ) BOTINA DE SEGURANÇA BICO DE AÇO;

( X ) OCULOS DE SEGURANÇA;

( X ) LUVA DE PVC;

( X ) PROTETOR AURICULAR;

( X ) CREME PROTETOR PARA PELE (se houver necessidade);

IDENTIFICAÇÃO E ACIONAMENTO DE EMERGÊNCIA

Quando estiver no estabelecimento da empresa SATA BRASIL e ocorrer um acidente e ou vazamento controlável ou não o funcionário, deverá acionar a Brigada de Incêndio por meios de (botoeira).

CAUSAS PROVAVEIS DE ACIDENTES:

  • Materiais de fixação danificada, inadequada, improvisada más condições e ou com aperto insuficiente;

  • Deixar ferramentas espalhadas ou onde haja riscos de queda, tais como sobre escadas, armários;

  • Não utilização de E.P.I`s recomendados;

  • Dirigir empilhadeira sem autorização;

  • Usar o óculo de segurança indevidamente;

  • Andar sobre a chapa metálica com óleo solúvel;

  • Brincadeiras em horário de serviço;

  • Levantar excesso de peso;

  • Desabilitar dispositivo de segurança;

  • Não utilização de EPI’s;

  • Usar a talha indevidamente

RISCOS AMBIENTAIS

RISCOS

AGENTES

CONSEQUENCIAS

EPI E/OU EPC

Acidentes

Plataforma c/ óleo

Peças c/ rebarba

Cavacos

- Lesões - cortes, fraturas, provocados por quedas, ferramentas manuais, levantamento de peso, cavacos nos olhos.

Luvas seg. de PVC, Creme protetor para as mãos, Óculos seg, Uniforme, Botina segurança, dispositivo de segurança.

Químicos

Óleos solúvel / óleos protetivos

- Irritação na pele,

Luvas de PVC,

Creme protetor para pele;

Fisicos

Ruído

Perda auditiva

Uso de Protetor Auricular seja Tipo PLUG’s ou CONCHA

Ergonômico

Postura

- Lombalgias e lesões musculares

Fazer os exercícios físicos laborais;

PROIBIÇÕES

  • Uso de calçado de pano, chinelos e ou sandálias no interior da fabrica;

  • Fumar as áreas de armazenamentos de GLP e líquidos inflamáveis;

  • Obstruir os equipamentos de combate de incêndio [extintores / hidrantes];

  • É terminantemente proibido colocar as mãos em peças em movimento;

  • Correr nas dependências da empresa SATA;

  • Abrir os registros da rede de Incêndio sem autorização;

  • Desabilitar dispositivo de segurança [Trava];

  • Transitar pela área fabril sem os E.P.I`s recomendados;

  • Trazer e ingerir bebidas alcoólicas na empresa;

  • Trabalhar com camiseta regata.

  • Uso de adornos [correntinhas, percing, anéis, relógios, pulseiras e cabelo comprido].{ somente na operação da maquina e manutenção}.

PREVENÇÃO

-Na movimentação de carrinho NÂO PUXE, EMPURRE;

-Mantenha as mãos longe de engrenagens, correias e polias;

-Chaves de boca costumam machucar as mãos, verifique seu ajuste a peça e puxe-a sempre ao invés de empurrar;

-Ao carregar objetos grandes cuidados para não prensar as mãos e machucar alguém;

-Checar as condições das maquinas antes do inicio do turno verificando “trava de segurança, dispositivo de segurança e proteção etc;

-Por baixo das luvas, use sempre cremes protetores para evitar irritações de pele;

-Nunca use thinner, diesel e gasolina e ou outro produto abrasivos para lavar as mãos;

-Após manusear produtos químicos, lave as luvas com água e sabão neutro, não as guarde sujas;

-Checar as condições de seg. da talha elétrica, verificando se há trincas nos ganchos, desgastes nas correntes etc...

RECOMENDAÇÕES GERAIS

    • Cumprir as Normas de segurança da empresas visitadas;

    • Mantenha os produtos inflamáveis longe de fontes de calor;

    • Ao notar irregularidade com os extintores, avise a Segurança;

    • Todos os acidentes ocorrido no local de trabalho ou fora deste a serviço da empresa , ou ainda acidente de trajeto de casa para o trabalho e vice-versa , por mais leve que possa aparecer, deve ser comunicado o mais rápido possível ao Supervisor do Setor onde trabalha, Setor de Segurança ou ao Departamento Pessoal;

OBSERVAÇÕES

    • Não é permitido executar trabalhos de movimentação de materiais, operar máquinas ou permanecer próximo de redes elétricas aéreas ou subterrâneas.

    • As orientações contidas, não esgotam o assunto sobre PREVENÇÃO DE ACIDENTES, podendo ser modificadas e aperfeiçoadas.

    • Nas dúvidas sobre trabalho que possam representar riscos de acidentes, procure orientação de seu superior imediato ou o Dep. de Seg. Use o bom senso.

PENALIDADES PELO DESCUMPRIMENTO

-Caso não haja o cumprimento das Normas de Seg. aqui estabelecidas, estará sujeito as penalidades prevista no Artigo 158 da CLT e na Portaria Ministerial n.º 3214 NR-1 , item 1.9.

Art. 158 da CLT - Cabe aos empregados:

I - Observar as Normas de Segurança e Medicina do Trabalho;

II - Colaborar com a empresa na aplicação dos dispositivos deste capitulo. Parágrafo único, constituí falta grave do empregado a recusa injustificada:

A) observância das instruções expedidas pelo empregador;

B) Ao uso dos equipamentos de proteção individual fornecido pela empresa.

NR- 1 item 1.8 – Cabe ao empregado.

    1. Cumprir as disposições legais e regulamentares sobre Seg. e Méd. do Trabalho, inclusive as Ordens de serviços expedidas pelo empregador;

    2. Usar E.P.I`s fornecido pelo empregador;

    3. Submeter-se aos exames médicos previstos nas Normas Regulamentadoras-NR;

    4. Colabora com a empresa na aplicação das N.R;

Item 1.8.1 - Constituí ato faltoso a recusa injustificada do empregado ao disposto no item anterior.

NR- 1 item 1.9

O não cumprimento das disposições legais e regulamentares sobre Segurança e Medicina do Trabalho acarretará ao empregado as penalidades previstas nas legislações vigentes.

Art. 157 – Cabe ao Empregador:

  1. Instruir ao empregados, através de Ordens de Serviços (orientação de segurança no trabalho), quando as precauções a tomar no sentido de evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais.

NR 1 item 1.7

    1. Elaborar OS sobre Segurança e Medicina do Trabalho, dando ciência aos empregados, com os seguintes objetivos;

  1. Prevenir atos inseguros no desempenho do trabalho;

  2. Divulgar as obrigações e proibições que os empregados devam conhecer e cumprir;

  3. Dar conhecimento aos empregados de que serão passiveis de punição, pelo descumprimento das Ordens de Serviços expedidas;

  4. Determinar os procedimentos que deverão ser adotados em caso de acidente do trabalho e doenças profissionais ou do trabalho;

  5. Adotar medidas determinadas pelo MTE;

  6. Adotar medidas para eliminação ou neutralizar a insalubridade e as condições inseguras de trabalho.

Sumaré, de de 2008. .

_____________________________ _____________________________

Ass.: do Funcionário Setor de Segurança

1º via Empresa 2º via Funcionário

Comentários