Ligaçoes parafusadas

Ligaçoes parafusadas

(Parte 1 de 3)

LIGAÇÕES PARAFUSADAS(NBR 80/1988) Cap Moniz de Aragão

1.Limites de Resistência 2.Área bruta e área efetiva à tração 3.Resistência de cálculo à tração 4.Resistência de cálculo à força cortante 5.Interação de tração com cisalhamento 6.Resistência à pressão de contato em furos 7.Espaçamento entre furos e entre furo e borda 8.Resistência de cálculo em ligações por atrito 9. Exercícios

Vantagens

Permitem montagens mais rápidas e de inspeção fácil;

Permitem desmontagens para alteração e reparo;

Economia de energia;

Menor MDO (não qualificada); Boa resposta à fadiga;

Desvantagens Áreas líquidas reforço

Necessidade de pré-montagem Dificuldade para modificações

Parafuso Sextavado rosca parcial

Descrição Geral dos Parafusos:

Parafuso Sextavado rosca inteira

Arruela Porca

Descrição Geral dos Parafusos:

Fuste (Ø no minal )

Cabeça Rosca

PARAFUSOS ASTM A-325 PARAFUSOS ASTM A-325

LIGAÇÕ ES PARA FUS ADAS Descrição Geral dos Parafusos

Ref: “Curso Básico de Estruturas de Aço”, Péricles Barreto de Andrade, Ed. IEA, 1994.

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Classificação quanto à solicitação:

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Exemplo de verificações: ligação rígida pilar-viga

Ref: “ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ESTRUTURAL DE LIGAÇÕES PARAFUSADAS VIGA-PILAR COM CHAPA DE TOPO ESTENDIDA”, YURI IVAN MAGGI, Tese de Doutorado, USP -São Carlos.

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Colapso por tração:

“efeito alavanca”:

Colapso por tração nos parafusos: ruptura do parafuso x espessura da mesa

“efeito alavanca”

r d

LIGAÇÕ ES PARA FUS ADAS Área bruta e área efetiva à tração

Ap = área bruta baseada no diâmetro nominal d do parafuso ou barra

Ar = área efetiva àtração

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Resistência de Cálculo à tração nttd R φ=

0,65parafusos A307 e barras rosqueadas

= nt R

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Ref: “Ligações em Estruturas Metálicas”, Instituto Brasileiro de Siderurgia, IBS/CBCA, 2004.

Ligações de cisalhamento Ligações por contato:Ligações por atrito:

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Ligações por contato:

LIGAÇÕ ES PARA FUS ADAS Resistência de Cálculo devido ao corte do parafuso nvvd R φ=

0,60parafusos A307 e barras rosqueadas

= nv R parafusos A325X (corte no fuste) parafusos A325N, A307 e barras rosqueadas

RESISTÊNCIA DE CÁLCULO DOS PARAFUSOS EM LIGAÇÕES POR CONTATO (kN)

Ref: “Ligações em Estruturas Metálicas”, Instituto Brasileiro de Siderurgia, IBS/CBCA, 2004.

LIGAÇÕ ES PARA FUS ADAS Interação de Tração com Cisalhamento

Tração com Cisalhamento:

dupntt VfAR βαφ−≤ força cortante de cálculo no plano de corte

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Interação de Tração com Cisalhamento:

Ref: “Curso Básico de Estruturas de Aço”, Péricles Barreto de Andrade, Ed. IEA, 1994.

LIGAÇÕ ES PARA FUS ADAS Resistência à pressão de contato em furos

Pressão de contato na parede de um furo:

ubn fAR α=

LIGAÇÕES PARAFUSADAS Furação para parafusos

(Parte 1 de 3)

Comentários