Qualidade da água

Qualidade da água

(Parte 1 de 2)

2 QUALIDADE DA ÁGUA 2.1 Conceitos fundamentais

- A água tem as suas características alteradas ao percorrer o ciclo hidrológico. Dessa forma não existe água quimicamente pura na natureza.

- Características físicas, químicas e biológicas das águas naturais à podem não atender aos requisitos necessários para o consumo à determina a necessidade de determinados processos de tratamento.

- Água poluída à tem suas características alteradas em nível que a torna inadequada ao consumo.

- Água contaminada à torna-se nociva à saúde quando consumido. É caso particular de poluição.

- Casos mais comuns de poluição de água de abastecimento:

· no escoamento superficial em contato com lixo, detritos ou vegetais, fertilizantes, inseticidas, etc.;

• infiltração no solo em contato com camadas geológicas que transmitem à água características químicas inadequadas;

2.2 Impurezas

- São de origem natural ao percorrer o ciclo hidrológico ou artificial, decorrentes das atividades humanas.

- Principais impurezas:

a. Em suspensão: bactérias, algas, protozoários, areia, silte, argila, lodos. b. Estado coloidal: substâncias vegetais, silica, vírus.

c. Dissolvidas:

Sais de cálcio e magnésio: carbonatos, bicarbonatos, sulfatos, cloretos; Sais de sódio e potássio: carbonatos, bicarbonatos, sulfatos, fluoretos, cloretos; Sais de ferro e manganês;

Gases: oxigênio, CO2, H2H, nitrogênio, metano; Substâncias albuminóides e amoniacais: nitritos, nitratos.

compostos organo clorados, nitratos e fosfatos.

d. dissolvidos provenientes de atividades industriais: fenóis. e. dissolvidos provenientes do escoamento superficial por terra de lavouras:

2.3 Características da água 2.3.1 Características físicas

As principais características físicas são:

a. Cor, devido às substâncias dissolvidas, em grande maioria de natureza orgânica vegetal; b. Turbidez, devido à presença de materiais em suspensão, sólidos finos, colóides e microorganismos; c. Sabor e odor, geralmente são considerados em conjunto, causados por substâncias orgânicas em decomposição, resíduos industriais, gases, algas, quantidades excessivas de sais, etc.

- De um modo geral, as características físicas não apresentam problemas sanitários. Os problemas são de ordem estética, já que a água boa para o abastecimento deve ser cristalina, incolor, sem odor ou sabor e de temperatura refrescante.

2.3.2. Características químicas a. Salinidade devido a bicarbonatos, cloretos, sulfato; b. Dureza

Característica conferida por sais alcalino-terrosos (cálcio, magnésio, etc.) e alguns metais.

Sais de bicarbonatos (cálcio, magnésio, etc.) causam dureza chamada temporária. A característica da água é não fazer espuma com sabões.

As águas duras podem incrustar as tubulações. c. Alcalinidade

Presença de bicarbonatos, carbonatos e hidróxidos.

Em geral não constituem problema além de efeitos laxativos. Alcalinidade excessiva pode tornar a água corrosiva e incrustante.

d. Agressividade

Tendência de corroer os metais: causada por ácidos, oxigênio, CO2 e H2S. e. Ferro e manganês

Conferem à água cor e sabor. As águas ferruginosas mancham as roupas e aparelhos sanitários.

Podem provocar depósitos nas tubulações. f. Impurezas orgânicas, nitratos e nitritos

A matéria orgânica ao se oxidar tem o nitrogênio presente transformando-se, na seqüência, em: nitrogênio orgânico, nitrogênio amoniacal (NH4), nitrogênio nitroso

(NO2), nitrogênio nítrico e nitratos (NO3) de maneira que a análise da forma em que o nitrogênio se encontra na água, pode levar a algumas conclusões com relação à fonte de poluição.

A amônia constitui substância poluidora, já que reage com o cloro usado no tratamento reduzindo a sua eficácia.

Outras substâncias orgânicas são as decorrentes do contato da água com inseticidas, herbicidas e fertilizantes.

g. Características benéficas

Determinados minerais devem estar presentes na água dentro de certos teores, abaixo dos quais haverá problemas de saúde. Exemplo: ferro, iodo e flúor.

h. Toxidez

Compostos tóxicos, geralmente resíduos das atividades humanas (agrícolas e industriais principalmente). É o caso de cianeto cromo hexavalente (cromatos), arsênico, cobre, chumbo, zinco, mercúrio, etc.

i. Fenóis e detergentes

Combinados com o cloro produzem gosto e cheiro desagradável. j. Acidez e basicidade Medida de fator pH.

2.3.3. Características biológicas - Organismos vivos em suspensão: bactérias, protozoários, algas, fungos, vermes, etc.

2.4 Padrões de qualidade, amostragem e exames da água de abastecimento

2.4.1 Parâmetros de qualidades 2.4.1.1 Amostragem da água

- Para se conhecer as características físicas, químicas e biológicas à as amostras são coletadas de tal forma que represente o universo o melhor possível.

- Qualidade da água à determinada através do estudos das 3 características feito por meio de determinação de valores de parâmetros adequados, nas amostras colhidas.

2.4.1.2 Características químicas

- Os parâmetros considerados serão as concentrações de cada elemento que serão determinados pelos processos usuais da química analítica.

- Parâmetros mais utilizados: oxigênio consumido, ferro, cloretos, sulfatos, alcalinidade de hidróxidos e carbonatos, nitrogênio amoniacal, nitratos e nitritos, dureza, sólidos dissolvidos, sólidos totais.

- Quando há suspeita de poluição por resíduos domésticos e industriais à outros parâmetros podem ser pesquisados, como por exemplo metais pesados (chumbo, mercúrio, cromo).

- Essas concentrações são medidas em mg/l.

(Parte 1 de 2)

Comentários