(Parte 1 de 12)

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA – EEL USP -Folha. 1

Apostila AutoCAD 2D &3D

Atualizada em 15/09/2007

Autor: Nacir Izidoro email: nacir@polo.eel.usp.br EEL – Escola de Engenharia de Lorena - USP -Lorena Cotel – Colégio Técnico de Lorena Centro Paula Souza – “Ete. Prof. Alfredo de Barros Santos” – Guaratinguetá

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA – EEL USP -Folha. 2

CURSO PRÁTICO - AutoCAD 2004

1.0 - Capa Pag.132 - Área Pag.36
1.1 - Índice Pag.234 - Cal Pag.37
1.2 - Apresentação Pag.335 - Stretch Pag.37
1.3 - Introdução Pag.336 - Break Pag.37
1.4 - Conceito de CAD Pag.337 - Divide Pag.37
1.5 - Referências Pag.338 - Measure Pag.38
Introdução39 - Polyline Pag.38
2.4 - Comando Regen Pag.54 - Align Pag.39
1 – Coordenadas Pag.854 - Insert Pag.46
1.1 – Coordenadas Absolutas Pag.85 - Atributos Pag.47
1.2 - Coordenadas Cartes. Relativas Pag.856 – Paper space Pag.47-48
1.6 – Projeções Ortogonais – Pág.12
17 – Extend Pag.1765 - Shade Pag.03
18 – Polygon Pag.166 - Subtract Pag.03
Dynamic, Center, In, Out, All, Extend, Pag.16-1768 - Rotate3D Pag.06
30 - List Pag.3682 - Shell Pag.16

Índice: 2.1 - Tela gráfica Pag.4 40 - Grips Pag.40 2.2 – Personalização Pag.4 41 - Mline Pag.38 2.3- Teclas F1 a F11 e Barra de Status Pag.5 42 - Spline Pag.39 2.3.1 - Settings Pag.5 43 – Text Pag.39 2.5 - Comando Limits Pag.5 45 - Scale Pag.40 3 - Teclas importantes Pag.5 46 - Layer Pag.40 4 - Botões do Mouse Pag.5 47 - ByLayer/Linetype Pag.40 5 - Unidades de Trabalho Pag.5 48 – Properties Pag.40 6 - Símbolos Especiais - Pag.6 49 – Tolls Palletes Pag.40 7. – Stantard- New, Open, Save,Save As, 50 – Designer Center Pag.40 Undo, Redo, Plot Preview, Publish, cut/copy/paste 51 - Dimension Pag.42 8 - Line Pag.6 52 - Array Polar/ Retangular Pag.43 9 - Erase Pag.7 Exercícios 4-45 10 - Critérios de Seleção Pag.7 53 - Blocks Pag.46 Exercícios Coord. Cartes. Relativas Pag.9 57 – MView Pag.48 1.3 - Coordenadas Polares Pag.10 58 – Zoom/XP Pag.48-49 Exercícios Coord. Polares Pag.10-1 60 - Plot Pag..50 1.4 – Coorden. Automáticas Ortog. Pag.1 1.5 – Coorden. Automáticas Polares Pag.1 Tutorial Coord. Polar e perspectivas Pag.12-13 12- Rectangle Pag.15 Apostila 3d 13 – Circle Pag.15 61 - View Pag.01 14 – Fillet Pag.16 62 - Boundary Pag.02 15 – Chamfer Pag.17 63 - Extrude Pag.03 16 – Trim Pag.17 64 - Hide Pag.03 19 –Zoom- Pan, Realtime, Window, Previous, 67 - Revolve Pag.04 20 – Hatch Pag.18 69 - Cylinder Pag.07 21 - Ellipse Pag.14 70 - Render Pag.08 Tutorial Polar e Tracking –Exercícios Pag.20-24 71 - Rmat Pag.09 Exercícios Pag.25-26 – Tutorial – 27-28 72 - Intersect Pag.12 2 – Osnap Pag.19 73 - 3D Orbit Pag.12 23 – Move Pag.29 74 - Union Pag.12 24 – Copy Pag.29 75 - Extrude Faces Pag.13 25 – Mirror Pag.29 76 - Move Faces Pag.14 26 – Rotate Pag.29 7 - Rotate Faces Pag.14 Tutorial Pag. 31-34 78 - Offset Faces Pag.15 27 – Arc Pag.35-36 79 - Taper Faces Pag.15 28 – Offset Pag.30 - PLANTAS BAIXAS 30 80 - Delete Faces Pag.15 29 - Match Properties Pag.36 81 - Imprint Pag.16 31 - Dist Pag.36 83 - Slice Pag.17

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA – EEL USP -Folha. 3

1.1 Apresentação

A complexidade de certos programas, como é o AutoCAD, torna a tarefa de escrever manuais, roteiros ou apostilas que é nosso caso, um empreitada temerária, em todos os sentidos. Em primeiro lugar como decidir o nível de profundidade abordar, tanto na análise de estruturas e filosofias quanto nos comandos? Depois, como garantir abrangência necessária a um texto que se destina, simultaneamente, aos profissionais das diversas engenharias, e tudo possa se relacionar com o desenho, se são distintas as "línguas" a que os profissionais de cada área falam? A resposta está numa constante preocupação com a objetividade, com a eliminação do supérfluo. Isso torna esta apostila (assim espero) uma utilidade inegável para os que dão os primeiros passos.

O objetivo desta apostila é ensinar de forma simples, objetiva e didática, os recursos do

AutoCAD 2004, para projetar em duas dimensões e uma introdução ao ambiente 3D.

Os ensinamentos incluídos, abrangem a maioria das necessidades dos profissionais e das empresas, enfocando de forma especial as partes críticas do programa, mesmo com as recentes atualizações do programa, pouca coisa do básico desde o lançamento AutoCad R14 teve mudanças significativas, podemos destacar a introdução da projeção com Polar, Otrack e as ferramentas do 3D.

Sendo o AutoCAD um programa com grande número de comandos e opções, e , considerando sua interface pouco amigável, sugiro que prestem bastante atenção na explicações que com certeza muitos "macetes" e dicas farão diferença na produtividade e na qualidade de seus serviços.

1.3 - Conceitos

CAD - A sigla CAD vem do inglês "Computer Aidded Design" que significa Desenho Assistido por Computador. Na verdade são programas (softwares) para computador específico para geração de desenhos e projetos . CAE – “Computer Aidded Enginner” – Esse por seguinte é uma etapa que realiza em “protótipos”, exercer em desenhos virtuais as cargas e esforços cuja tal peça vai sofrer em seu o trabalho ou sua utilização.

CAM - A sigla CAM também vem do inglês "Computer Aidded Manufacturing" que significa

Fabricação Assistida por Computador. Esse um passo posterior ao CAD, (na Mecânica) se caracteriza pela geração de códigos específicos interpretáveis por máquinas operatrizes utilizadas na fabricação de peças.

Gis – (Geografic Information Sistem” Sistema de geoprocessamento – Sistema para processar e gerar imagens cartográficas, mapeamento e elaboração de bases cartográficas e bancos de dados.

AutoCAD - O AutoCAD é um programa (software), que se enquadra no conceito de tecnologia CAD é utilizado mundialmente para a criação de projetos em computador. Na verdade, AutoCAD é o nome de um produto, assim como Windows, Office (Word, Excel,...), etc. existem outros softwares de CAD como MicroStation, VectorWorks, IntelligentCad; para modelamento tridimensional e paramétricos como Catia, Pro Engineer, Solid Works, Solid Edges, etc.

Aplicabilidade - Muitos dos programas CAD que existem no mercado aplicam-se a uma necessidade especifica, como arquitetura, mecânica, elétrica, geoprocessamento entre outras.

Outros sistemas de CADD também se firmaram como padrão, como o Micro-Station e o

VectorWorks. Sistemas de CAD (projeto e desenho), CAM (Manufatura), CAE (Engenharia), GIS (Geoprocessamento) específicos tem sido criados, destinados à mecânica, agrimensura, engenharia, arquitetura, topografia, estradas, modelagem, tais como o AutoCAD, AutoSurf, AutoArchitect, AutoBuilding, Cad Overlay, Catia, GisPlus,

EMS e Hiteck. Autodesk - Autodesk é o nome da empresa que desenvolve e comercializa o AutoCAD.

1.4 - Referências - AutoCAD 2004 - User's guide- Autodesk.

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA – EEL USP -Folha. 4

Introdução 2.1 – A Tela Gráfica

Barra de PropriedadesMenu Suspenso(Pull Down)

Barra Standard

Barras de ferramentas (Toolbar)

Linha de comando(Prompt) Barra de Status

2.2 - Personalização do AutoCAD

Ativação de barras de ferramentas (Tollbars)- Clicar qualquer icone com o botão direito. Ativação do menus de controle ou (View→Toolbars)

Ativação de personalização pessoal ( Tools → Options) ou direcione o mouse na tela gráfica e clique com botão direito. Toolbar – Barra de Ferramentas que você pode personalizar a qualquer momento que queira ao clicar o botão direito do mouse em qualquer ícone da sua tela.

2.3 - Teclas de F1 a F11 no teclado com a BARRA DE STATUS Coordenadas(F6) F9 F7 F8 F10 F3 F11

Tela Gráfica Área de trabalho

PROMPT ( linha de comando) –Permanece normalmente na parte inferior do programa permite a visualização da digitação dos comandos, como coordenadas e descrição dos comandos e as respostas aos comandos feitos pelo AutoCAD. Lembrando que para uma nova entrada de comando precisa estar “limpo” na frente da palavra command na maioria dos comandos. É importante prestar muita atenção nas mensagens exibidas na linha de command , pois é assim que o AutoCAD se comunica com você. Listando tudo que você realiza dentro do programa.

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA – EEL USP -Folha. 5

F1 Help F2 Carrega a tela de texto.

F3/OSNAP Aciona o quadro Drafting Settings OSNAP (comandos de Ancoragem) e ON/OFF OSNAP F4 Aciona a mesa digitalizadora (se houver)(COMANDO TABLET)

F5 Controla o ISOPLAN planos isométricos F6 Controlador das Coordenadas

F7/GRID Ativa/Desativa o GRID - Cria uma malha de pontos imaginários e não imprimíveis na tela gráfica.

F8/ORTHO Ativa/Desativa o ORTHO - Trava o cursor no eixo ortogonal, permitindo realizar linhas perfeitamente retas ou execução de comandos de edição mantendo-se no alinhamento.

F9/SNAP Ativa/Desativa o SNAP - Permite um deslocamento ajustável do cursor, dependendo ou não da marcação do Grid ligado ou desligado.

F10/Polar Ativa/Desativa Polar Tracking (exibe as posição corrente em coord. Polares)

F11/OTRACK Ativa/Desativa 0snap tracking (exibe projeções em relação aos osnaps vigentes)

LWT Ativa/Desativa o Line weight trace (exibe a espessura corrente pré determinada). MODE Controla o uso do modo model space e paper space

2.3.1 - SETTINGS- (ToolsÆDrafting Settings) / clicar Botão direito em cima de GRID, SNAP ou outro da barra de

Status, acessando as caixas para configurações.

Estes comandos na barra de status será de grande uso e todo o processo de construção de nossos projetos e desenhos.

2.4 - COMANDO REGEN - Provoca uma regeneração do do desenho, isto é, regenerar significa recalcular todas as entidades matemáticas contidas no desenho.( acionado pelo teclado)

(Parte 1 de 12)

Comentários