Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

(Parte 6 de 7)

A Receita Operacional foi projetado da seguinte forma:

6.4.1 Exemplo 1

Em caso de venda para o atacadista.

R$1,0 Produção Total/Kg Preço de Venda Receita Operacional

6.4.2 Exemplo 2

Em caso de venda direta ao consumidor final.

R$1,0 Produção Total/Kg Preço de Venda Receita Operacional

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

6.5 Demonstração do Resultado Anual

A viabilidade econômica do projeto de piscicultura está representada a seguir:

R$ 1,0 Item Especificação Valor Seus números

10 Ponto de Equilíbrio Financeiro (4 : 3 X 1)9.426,0

1 Receita Operacional (Exemplo 2) 40.250,0 2 Custo Variável 14.094,0 3 Margem de Contribuição (1 – 2) 26.156,0 4 Custo Fixo 6.127,0 5 Lucro Operacional (3 – 4) 20.029,0 6 Contribuição Social (10% s/item 5) 2.03,0 7 Subtotal (5 – 6) 18.026,0 8 Imposto de Renda (2,5% s/item 7) 4.507,0 9 Lucro Líquido (7 – 8) 13.519,0 1 Ponto de Equilíbrio (4 : 3 X 100) 23,42% 12 Lucratividade (9 : 1 X 100) 3,59% 13 Taxa de Retorno 38,38% 14 Prazo de Retorno do Investimento 2,61 anos

6.6 Ponto de Equilíbrio

O Ponto de Equilíbrio corresponde ao nível de faturamento que a empresa deverá obter para cobrir seus custos.

Acima do ponto de equilíbrio, a empresa terá LUCRO e abaixo dele, incorrerá em PREJUÍZO.

A fórmula para o cálculo do Ponto de Equilíbrio é a seguinte:

Ponto de Equilíbrio: DespesasFixas

Margem de Contribuição

ReceitaOperacional

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

Exemplo Use aqui seus números para verificação

6.7 Investimento Inicial

O Investimento Inicial é composto pelo Investimento Fixo e do investimento necessário para a formação do Capital de Giro.

O Capital de Giro corresponde aos gastos regulares, que o produtor terá que arcar para cobrir todo o ciclo de produção – comercialização do pescado, mais uma reserva financeira para os gastos imprevistos.

R$1,0 Item Especificação Valor Seus números

1 Investimento Fixo 1.80,0

2 Capital de Giro 20.221,0 2.1 Custo Fixo 6.127,0 2.2 Custo Variável 14.094,0

3 Subtotal (1 + 2) 32.021,0 4 Reserva Técnica (10% sobre o item 3) 3.202,0 5 TOTAL (3 + 4) 35.223,0

Então, para se implantar um projeto de piscicultura, o investimento inicial atingiria R$ 35.223,0, sendo R$ 1.80,0 para Investimento Fixo, e os restantes R$ 23.423,0 para Capital de Giro e Imprevistos.

6.8 Taxa de Retorno do Investimento

A Taxa de Retorno é calculada dividindo-se o valor do Lucro Líquido pelo Investimento Total.

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

Taxa deRetorno= Lucro Líquido

CapitalInvestido

Exemplo Use aqui seus números para verificação

TR = 38,38%

6.9 Prazo de Retorno do Investimento

O Prazo de Retorno do Investimento é calculado, para que se possa saber em quanto tempo será recuperado o Capital Inicial Investido.

Para isto, dividi-se o Capital Inicial Investido, pelo Lucro Líquido. Exemplo Use aqui seus números para verificação

Pr Ret = 2,61 anos

7 LEGISLAÇÃO

A legalização da atividade de piscicultura é fator tão importante quanto qualquer outro fator produtivo, pois viabilizará a finalização do processo, que é a comercialização.

Na legalização junto ao Departamento de Meio Ambiente Estadual, teremos as licenças ambientais para instalação e operação da atividade e caso seja necessário o desmatamento da área, deve-se solicitar licença ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente - IBAMA.

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

Após a construção das instalações e obtenção da licença de operação, faz-se necessário o registro como piscicultor junto ao Ministério da Agricultura.

8 CONSIDERAÇÕES FINAIS

As potencialidades do Estado de Roraima (recursos hídricos, genéticos, climáticos e técnicos) permitem prever que a atividade terá expressão na produção piscícola. No entanto, o setor de produção deve superar alguns pontos, como o amadorismo, falta de espírito associativista, desconhecimento do mercado e ausência de incentivo governamental.

Qualquer que seja o modelo de produção adotado, a visão empresarial, o estudo de mercado a que se destina o peixe (pesca esportiva, supermercados e feiras), a orientação técnica, a legalização da atividade nos órgãos ambientais e a produção sustentável, são ações indispensáveis à consolidação do setor piscícola.

A cadeia produtiva da piscicultura deverá ser trabalhada com a visão de todos os segmentos que formam o agronegócio. Não basta incentivar o aumento da produção, sem fortalecer os canais de escoamento que passam pela diversificação das formas de apresentação dos produtos, investimentos em marketing e valorização do consumidor final.

Criação comercial de peixes em viveiros ou açudes

(Parte 6 de 7)

Comentários